Prémio Archiprix Portugal - Concurso Aberto

Encontra-se aberto o período para receção de candidaturas à 10.ª Edição, edição 2022, do Prémio Archiprix Portugal.

Criado em 2012 pela Fundação Archiprix e pela Fundação Serra Henriques, o prémio visa distinguir os melhores trabalhos de Mestrado em Arquitetura, Urbanismo e Arquitetura Paisagista de todas as faculdades portuguesas, sendo reconhecido como o principal galardão nacional para jovens estudantes destas áreas e o retrato do melhor do ensino nestes domínios.

A iniciativa do prémio conta ainda com a colaboração de todas as Universidades, Institutos Superiores, Ordem dos Arquitetos, Associação Portuguesa de Urbanistas, Associação Portuguesa de Arquitetos Paisagistas, Trienal de Arquitetura de Lisboa, Casa da Arquitectura e DoCoMoMo Internacional.

O concurso encontra-se aberto até ao dia 27 de fevereiro.

A Fundação Serra Henriques edita e distribui gratuitamente um anuário com os projetos nomeados, seus autores e tutores, os quais não só foram considerados por cada instituição como os mais representativos da qualidade de ensino da Arquitetura, Urbanismo e Arquitetura Paisagista em Portugal, como passaram o crivo criterioso dos painéis de Júri constituídos por eminentes profissionais destas áreas.

Aceda ao regulamento, processo de submissão de candidaturas e demais informações na página da iniciativa.

Consulte ainda, na mesma página, todos os projetos finalistas e premiados nas 9 edições já realizadas.

Atribuição do Prémio Rafael Manzano - Nova Arquitetura Tradicional

O Prémio Ibérico Rafael Manzano de Nova Arquitetura Tradicional, na sua edição de 2021, foi atribuído ao arquiteto espanhol Sergi Bastidas, pelo seu forte compromisso em preservar as tradições arquitetónicas e o uso de materiais naturais com técnicas de construção que moldam a identidade de cada lugar. Sergi Bastidas tem trabalhado principalmente em Maiorca, tanto em novas construções como em restauros, tentando sempre utilizar materiais e técnicas tradicionais. A cerimónia de entrega teve lugar a 17 de novembro de 2021

O Prémio Rafael Manzano tem como finalidade difundir o valor da arquitetura tradicional em Portugal e Espanha, quer no restauro de monumentos e conjuntos urbanos de valor histórico e artístico como na construção nova, através de intervenções capazes de se integrar de forma harmoniosa nos referidos conjuntos.  Os premiados recebem uma recompensa monetária de 50.000 Euros.

Esta foi décima edição do que constitui o maior prémio de arquitetura da Península Ibérica, implementado em Portugal pela Fundação Serra Henriques, com o Alto Patrocínio do Presidente da República.

Aceda a todas as informações na página desta iniciativa.

Revista Finisterra - Paisagens Transgénicas

O novo número (n.º 118) da Finisterra - Revista Portuguesa de Geografia, já se encontra disponível, destacando-se o artigo da autoria do Professor Álvaro Domingues intitulado "Paisagens Transgénicas".

Neste artigo, Álvaro Domingues explora o conceito de paisagem enquanto objecto de estudo da Geografia e repositório de «registos fundamentais para se perceber a relação entre o “homem” e o “meio”, permitindo leituras rigorosas sobre a influência mútua entre os sistemas biofísicos e as transformações derivadas da ocupação humana e da sua evolução». Segundo o autor, mercê da urbanização e do desaparecimento da agricultura pré-moderna, a paisagem perdeu as «linhagens/tipologias puras», enfrentando agora novos desafios.

Aceda gratuitamente ao n.º 118 da Revista Finisterra.

Páginas

Subscreva Política Nacional de Arquitetura e Paisagem RSS
X